Categoria "Arte"

100Em1Dia Blumenau: 5 intervenções urbanas para inspirar

Em 24.05.2016   Arquivado em Arte, Consumo consciente, Projetos

O 100Em1Dia é um movimento que começou em Bogotá e hoje acontece em vários lugares do mundo. Consiste em reunir, em um só dia, cem – ou mais – intervenções espalhadas pela cidade, feitas por grupos que se uniram para promover ações positivas e transformar a comunidade em que vivem.

Em Blumenau, o 100Em1Dia teve sua primeira edição no ano passado, com mais de 140 intervenções urbanas. Neste ano, o evento acontecerá no dia 11 de junho, e tende a ser maior ainda, e o mais bacana: será ainda mais espalhado pelos bairros, principalmente se você fizer parte com a sua comunidade!

Como participar?

Para fazer parte do 100Em1Dia Blumenau é bem fácil. É só planejar uma intervenção com seus amigos, familiares ou vizinhos, inscrevê-la de forma gratuita no site do movimento, aguardar o retorno da equipe e prontinho, já pode juntar a galera e fazer acontecer!

Outra opção é pesquisar as intervenções já inscritas e se voluntariar para fazer parte delas. Para isso, você acessa o site, clica na ação escolhida e entra em contato com o responsável, ou mesmo procura uma página ou evento do Facebook que esteja relacionada àquela atividade.

Como montar uma intervenção?

O 100Em1Dia acredita que a criatividade é um caminho para a transformação das cidades, por isso, há diversas maneiras de contribuir. O ponto de partida para pensar no que fazer é mapear os problemas e potenciais que a cidade tem e pensar em maneiras de resolvê-los.

Para quem deseja participar do movimento, mas ainda está pensando na intervenção, resolvi dar uma mãozinha e compartilhar aqui no blog ideias que podem gerar novas ideias. Afinal, que bem faz se alimentar de inspirações!

100em1dia-ideias

Roda Livro – Transportando Conhecimento

Quem anda de ônibus em Foz do Iguaçu, no Paraná, agora tem uma nova maneira de passar o tempo. O projeto Roda Livro, mantido pela Fundação Cultural e parceiros, começou neste mês a disponibilizar vários títulos para os usuários do transporte coletivo. E em nossa cidade, já pensou em um lugar que poderia oferecer um convite à leitura?

Jardins Subversivos

Lá em Moroca, no interior de São Paulo, o Guilherme se inspirou em um projeto criado em Nova York para construir sua própria intervenção urbana: com esforço coletivo, ele revitaliza regiões degradadas para transformá-las em locais de convívio e hortas comunitárias.

100em1dia-ideias2

Ateliê Azu

O artista Elcio Torres uniu cor, arte e educação em seu projeto Ateliê Azu. Vendo que as casas azulejadas da comunidade Vila Santa Inês poderiam se transformar em obras de arte, resolveu ensinar crianças e adolescentes a desenvolver práticas artísticas nos azulejos de várias paredes dos bairros.

Cestas de Basquete em Vila Madalena

Quantas vezes você já viu alguém, ao lado de uma lixeira, jogando embalagem de bala ou cigarro no chão?

Presenciando essa cena todo dia, uma empresa de limpeza pública de Vila Madalena aproveitou a agitação do Carnaval para desenvolver uma ação educativa e divertida: transformou lixeiras urbanas em cestas de basquete para chamar a atenção dos foliões.

Toalha Social

Quando se fala em intervenções urbanas, muita gente tende a pensar em ações muito grandiosas, que exigem grandes recursos e mão-de-obra. Mas se pararmos de pensar em coisas e focarmos nas pessoas, sabia que até uma toalha pode se tornar uma ação?

Lá em Pelotas, Rio Grande do Sul, a agência Mark+ montou uma “rede social” para adicionar amigos sem precisar ficar on-line. Para incentivar a conversa entre desconhecidos, disponibilizou uma estrutura com algumas toalhas grandes, estilo piquenique, que as pessoas pegavam e se sentavam, deixando espaço para novos amigos.

Essas ideias te motivaram a pensar no espaço em que vive e propor algo novo para a cidade? Monte já sua intervenção e ocupe a cidade com boas ações!

As ilustrações da Pri

Em 17.02.2016   Arquivado em Arte, Ilustração

Quem já curte a página do blog no Facebook ou acessou o Movida por ideias essa semana viu que troquei a foto do perfil com uma ilustração mega fofinha. Pois bem, quero compartilhar com vocês um pouquinho sobre o trabalho da Pri, do Cadê o meu café?, que foi quem realizou esse trabalho.

Conheci a Pri virtualmente – porque pessoalmente nem nos conhecemos – há algum tempo, quando descobri as ilustrações que ela faz sobre o cotidiano com a personagem Cafeína. Sabe quando rola aquela identificação imediata? Vê se acontece com você:

Por que tanta burocracia, gente?

Por que tanta burocracia, gente?

...Ou de alguma girlband para adolescentes. :$

…Ou de alguma girlband para adolescentes. :$

E o que dizer das tarraxinhas de brincos?

E o que dizer das tarraxinhas de brincos?

Por que às vezes a gente precisa de um chazinho.

Por que às vezes a gente precisa de um chazinho.

Foi depois de ler tooodas as publicações desse tipo que curti a página e procurei o blog Cadê o meu café? para acompanhar as atualizações.

Eis que ela ficou com um tempinho livre no começo deste ano e abriu espaço para encomendas de ilustras, e eu me joguei. A Pri me ilustrou sozinha, e depois fez outra ilustra com o Rafa também. Só precisei enviar as fotos por e-mail, fazer um briefing basicão com os detalhes que queria – mas pode pular essa parte, se quiser – e em pouco tempo ela enviou o resultado. Olha que lindinhos:

thaysa2thaysa

Recomendo fortemente que acessem o blog para conferir também os textos da Pri. Lá tem um pouco de tudo: desenhos, maquiagem, feminismo, bichinhos, comportamento e até um calendário diver para 2016 que eu já baixei e deixei no desktop.

Ah, e caso queira encomendar uma ilustra e saber mais sobre o trabalho da Pri, falei com ela através deste e-mail: pri@cadeomeucafe.com.

Agora fiquem com esse vídeo de Tutorial de desenho da Jout Jout que ela postou no canal semana passada! <3 Já quero tomar um chá motivacional e tentar.

Livros para colorir que vão além do jardim

Em 25.08.2015   Arquivado em Arte, Diversão

Um tempo depois de ver páginas coloridas do “Jardim Secreto” registradas em fotos no Instagram e no Facebook, ganhei meu primeiro livro de colorir para adultos em um aniversário de namoro e fiquei super feliz! Sempre gostei de pintar e, por incrível que pareça, o período de faculdade foi o que menos reservei tempo para isso. Pois bem: renovei o estoque de lápis, segui o @jardimsecretoinspire para ter umas ideias e perdi o medo de “gastar” as páginas (vocês também têm essa aflição de consumir as coisas muito rápido?).

Empolgada com a ideia de pintar, descobri a coleção “Just add color”, criada por vários ilustradores, que oferece temas diferentes para colorir: tem Folk Art, padrões geométricos, circo, Carnaval, Dia dos Mortos e outros. Os desenhos têm um traço bem simples e cada livro oferece 30 páginas para você se expressar e praticar a criatividade.

Just Add Color 3 Just Add Color 2 Just Add Color 1

Ainda não procurei em lojas físicas, mas na internet é possível comprar no Amazon e na Livraria Cultura, pelo que pesquisei.

Alguém já conhecia a coleção?

Imagens de Omiyage Blogs

Adoráveis links [2] – arte, design e gastronomia

Em 23.08.2015   Arquivado em Adoráveis links, Arte, Design, Gastronomia, Leitura

Passeio tanto pela internet que minha pasta de favoritos fica imensa. Por isso resolvi compartilhar aqui alguns links legais que encontro, procurando separá-los por temas ou juntando de tudo um pouco.

Formada em Design, aventureira na cozinha e já com fome, minha escolha de hoje foi falar de arte com comida. Por que, né?! Como não amar?

O chef Benoit Castel e o artista gráfico francês Tyrsa se juntaram para fazer uma sobremesa tipográfica maravilhosa, daquelas que a gente tem dó de comer. A matéria é do site Follow the colours.
links2
A culinária japonesa leva a criatividade muuuito a sério. No projeto Miniature Space, uma cozinha em miniatura faz refeições minúsculas com ingredientes de verdade.
liks4
Comida saudável + design de embalagem: foi assim que a Bolthouse desenvolveu uma estratégia para atrair as crianças com o mesmo apelo publicitário de junk foods.
links1
Pra finalizar, uma recomendação de livro para quem se interessa por criatividade e inovação: “Criatividade brasileira – Gastronomia, Design e Moda”. A publicação reúne entrevistas/depoimentos de nomes como Jum Nakao, irmãos Campana, Alex Atala, Paula Dib e Ana Carmen Longobardi sobre suas experiências como a economia criativa.
links3